Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 25 de Novembro de 2020

NOTÍCIAS



Sorocaba - Sorocabanos aderem cada vez mais aos táxis e movimento aumenta em 20% nos últimos dois anos

Notícia publicada em 27/06/2011



Notícia publicada na edição de 27/06/2011 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 9 do caderno A

Rosimeire Silva
rosimeire.silva@jcruzeiro.com.br

Andar de táxi deixou de ser sinônimo de luxo. Cada vez mais, os sorocabanos estão descobrindo que o preço da corrida compensa pela agilidade e comodidade que oferece e que o custo não está tão fora do orçamento. Prova disso é o levantamento realizado pelo Sindicato dos Taxistas de Sorocaba que mostrou que nos últimos dois anos, o volume médio de corridas na cidade aumentou em cerca de 20%.

O presidente da entidade, Antônio Rodrigues da Silva, diz esse aumento é um reflexo da melhoria do poder aquisitivo da população. "O táxi sempre foi um termômetro da economia, se ela vai bem, as pessoas acabam andando mais de táxi", comenta. Outro fator que incentivou bastante o uso do serviço, cita ele, é a Lei Seca, que intensificou o cerco contra a embriaguez ao volante. "Hoje muita gente que vai para uma festa ou casamento deixa o carro em casa para evitar cair numa blitz, preferindo ir e voltar de táxi". Até mesmo o trânsito intenso e a falta de lugar para estacionar, principalmente na região central da cidade, também tem estimulado as pessoas a deixarem o carro em casa.

Silva conta que os clientes que utilizam os táxis estão cada vez mais variados e não se restringem apenas aos que têm melhor poder aquisitivo. Ele disse que muitas vezes as pessoas reúnem um grupo para dividir a corrida e o preço da viagem acaba ficando o mesmo do ônibus. "Com a vantagem de chegar mais rápido e não precisar ficar esperando no ponto", enfatiza. O taxista Osmar Torres, 62 anos, que há seis anos deixou a função de metalúrgico para se dedicar a profissão, confirma que Sorocaba oferece um bom mercado para quem está na praça, principalmente nos pontos livres instalados em shoppings, supermercados e rodoviária. "Eu chego a fazer dez corridas no dia, enquanto no ponto fixo não passa de quatro". Ele garante que nem mesmo o recente aumento da tarifa, que foi reajustada em 6,9%, espantou os passageiros. "Foi tão pequeno que eles nem percebem".

Apesar do aumento da demanda pelo serviço, o presidente do Sindicato diz que o mercado não tem atraído novos profissionais. Segundo ele, desde 1994 a entidade mantém um total de 282 taxistas cadastrados na cidade que dividem 47 pontos, entre fixos e livres, fora os pontos provisórios instalados próximos a eventos e festas. Antônio explica que para fazer parte da equipe que atua em um ponto fixo é necessário que o motorista se inscreva no processo de licitação aberto pela Prefeitura e participe de um sorteio entre os concorrentes. Mas a menina dos olhos dos taxistas são mesmo os pontos livres, que recebem um fluxo maior de passageiros. Não é por menos que esses são os pontos mais concorridos da cidade e chegam a receber, por dia, cerca de trinta carros. Para dar oportunidade a todos, foi estabelecido um rodízio entre os veículos com placas final par e ímpar que se revezam em dias intercalados.

O taxista Antônio Aparecido Tadeu de Oliveira, 61 anos, conta que durante o dia ele fica no ponto da Árvore Grande, ao lado da Santa Casa de Sorocaba, mas no período da noite vai para a rodoviária. "Além de ter clientes o tempo todo, também tem maior segurança, pois sempre tem pelo menos vinte companheiros por perto, aguardando corrida", disse. O presidente do Sindicato diz que enquanto nos pontos fixos o número médio de corridas não ultrapassa sete viagens por dia, nos livres chegam a dez.

Agilidade e conforto

A vendedora Maísa Roberta Vieira, 25 anos, é uma usuária frequente do serviço de táxi. "Estou com o horário sempre apertado e não dá para ficar esperando horário de ônibus". Ela reconhece que custa um pouco mais caro, mas vale a pena. "Procuro encaixar no meu orçamento". O estudante Tiago Cunha, 18 anos, diz que também costuma recorrer aos táxis sempre que vai para um balada, pois assim todos podem ficar à vontade e não se preocupar em dirigir. Para não pesar no bolso, ele conta que reúne um grupo de amigos para dividir a conta. "Assim não pesa pra ninguém e todos voltam em segurança", comenta.

A aposentada Maria Aparecida Veríssimo Silva, 73 anos, conta que usa com frequência o táxi quando vai às compras. "É muito mais cômodo e não custa tão caro assim. Pelo menos venho no conforto e ainda conto com a ajuda do motorista", brinca.

Segurança preocupa

Junto com o aumento no volume de corridas cresceu também a preocupação dos taxistas em relação a segurança. Há 12 anos trabalhando na praça, o taxista Benedito Vitório Silva, 58 anos, já foi vítima de dez assaltos e três tentativas de homicídios. "Nós trabalhamos com medo, pois todo mundo pode ser um suspeito". Ele conta que o número de carros que trabalham à noite chegou a diminuir na cidade justamente por essa insegurança. "Seria muito bom se a polícia abordasse os táxis com passageiros como forma de inibir a ação dos bandidos, só assim esse tipo de ação seria reduzida", sugere.

Depois de ser assaltado seis vezes, ficar preso no porta malas do carro e chegar a ser abandonado sem roupa num bairro da periferia, o taxista Nilton Donizete Frioli, 55 anos, decidiu deixar de trabalhar à noite. "Fiquei traumatizado, quando começa a escurecer já fico preocupado e vou embora do ponto. Não quero mais arriscar minha vida". Frioli conta que uma das vezes chegou a ser abordado por um casal, sendo que mulher aparentava estar grávida e com dores. "Assim que saí com o carro apontaram uma faca para mim e anunciaram o assalto. Estamos realmente acuados", lamenta.


Fonte: http://portal.cruzeirodosul.inf.br/acessarmateria.jsf?id=309754


Comente

Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 25/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 26/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 27/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 28/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 29/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 30/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 01/12/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock