Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 08 de Julho de 2020

NOTÍCIAS



Sorocaba - Rotas alternativas sofrem congestionamentos com o aumento do tráfego de fluxo

Notícia publicada em 08/04/2011



Em dez anos a frota de veículos em Sorocaba cresceu 73%. Em 2000 haviam 187 mil veículos pagantes do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e em 2010 já passavam dos 270 mil. Ontem a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) divulgou que as vendas de veículos no primeiro trimestre aumentaram 17% em relação ao ano passado, ou seja, entre janeiro, fevereiro e março de 2011 foram vendidos 6.555 veículos contra os 5.598 dos três primeiros meses de 2010 (veja mais sobre as vendas na página B3). Embora os valores de arrecadação também tenham sido elevados, e muitas obras - como o anel viário - iniciadas, o fato é que o trânsito sorocabano aumentou e o motorista já percebeu. Tanto é que nas rotas alternativas, via bairros residenciais, o congestionamento já é visível aos olhos.


Roberto Barretos, de 25 anos, estudante de arquitetura, faz diariamente a rota Jardim Simus/Cajuru há anos. Ele vai da sua casa até a Zona Industrial, onde sua esposa trabalha, todos os dias da semana, entre às 6h30 e às 7h30. E assume, não pega as avenidas principais e sim as rotas alternativas. Porém, ele já percebeu: o volume de carros cresceu. "É só olhar ao redor. Muito carro. Ficamos parados vários minutos e chegamos mais tarde que antes, saindo de casa no mesmo horário", falou ele que acrescentou, o pior trecho enfrentado é o do acesso à rua Pedro Álvares Cabral, na Vila Progresso. "Ficamos parados aqui sempre", desabafou.


O engenheiro Robson Guitierrez, de 34 anos, é outro que conferiu na prática o aumento de veículos e congestionamento, principalmente entre a Zona Norte e a Industrial. "Quando o trânsito de alguma região se une ao da Zona Norte, o fluxo para. Já dá pra perceber na avenida Ipanema, no acesso à rua Osvaldo Cruz", apontou ele se referindo a entrada da Zona Leste. Segundo o motorista, há necessidade de um anel viário eficiente para atender a crescente demanda de veículos. "Há cruzamentos que ficamos parados. Por tempo", desabafou ele se referindo, por exemplo, ao da rua Júlio Ribeiro e João Nascimento, na Vila Santana.


O motorista Felipe Gonçalves, de 19 anos, é outro exemplo de quem sai mais cedo de casa, para não se atrasar no trabalho. "É todo dia esse trânsito. Sempre. Muitas vezes irrita. Tem que dar passagem, é semáforo. Um caos", desabafou. Uma motorista que preferiu não se identificar, mas que trafega diariamente da Vila Gabriel ao Centro para levar os filhos à escola, disse que a situação é mais do que irritante. "Se não saímos com antecedência, um trecho que faríamos em 20 minutos, levamos o dobro do tempo. Antigamente eu fazia esse trajeto num instante. Hoje, tenho que me programar. Segunda e sexta-feira são os dias que têm mais carros", falou às pressas, enquanto dirigia.


A professora pedagógica de ensino fundamental, Karina Lobo Silveira, de 36 anos, faz o trajeto contrário, da Zona Industrial, onde reside, para a Zona Norte, onde trabalha, e garante: o congestionamento também existe. "Para cruzar alguns acessos, como da rua Ubirajara para a Osvaldo Cruz, ou da José Antão pela Júlio Ribeiro, na Vila Santana, levamos muito tempo. Ninguém dá a vez, ninguém dá licença. É todo mundo com pressa. Isso é estressante. Já discuti no trânsito por passar e ter buzinada no ouvido, fui xingada. Mas as vezes, se não fazemos isso, não chegamos no trabalho", defendeu.


Os cruzamentos congestionados na cidade são muitos e estão sendo sentidos pelos sorocabanos. Alguns dos motoristas acreditam que um sistema eficiente de tráfego deveria começar a ser estudado, principalmente porque a expectativa é de crescimento de veículos. Porém, há quem defenda a necessidade de mudança comportamental dos motoristas, como o pedreiro Gilberto Noronha de Almeida, de 44 anos. Com sua Belina cheia de colegas de trabalho, quatro moradores da Zona Norte, ele disse que se o sorocabano se propusesse a dar carona, o trânsito talvez ainda não estivesse tão congestionado. "É só olhar ao redor: um monte de gente sozinha. A maioria está com um carro grande, tomando espaço, e só uma pessoa dentro. Eu já ouvi falar que as pessoas deixam tudo na mão dos governos, mas ninguém se propõe a fazer sua parte. Nós aqui revezamos a carona, por gasto e por tempo", ensinou.


Fonte: http://portal.cruzeirodosul.inf.br/acessarmateria.jsf?id=285631


Comente

Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 08/07/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 09/07/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 10/07/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 11/07/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 12/07/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 13/07/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 14/07/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock