Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 26 de Novembro de 2020

NOTÍCIAS



Sorocaba - Cresce o nível de endividamento de jovens com até 20 anos no comércio

Notícia publicada em 03/01/2012



Notícia publicada na edição de 03/01/2012 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 4 do caderno B

Marcelo Andrade
marcelo.andrade@jcruzeiro.com.br

O nível de endividamento dos jovens sorocabanos com idade entre 16 até 20 anos no comércio de Sorocaba cresceu de forma expressiva nos últimos doze meses e já representa 11% do total dos consumidores com nomes nos cadastros do Serviço de Proteção ao Crédito (SCPC), segundo aponta um levantamento realizado pela Associação Comercial de Sorocaba (Acso). De acordo com os registros do órgão, responsável por gerenciar e tabular os dados de inclusões e exclusões de pessoas físicas e jurídicas do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), dos 113 mil consumidores incluídos na lista de maus pagadores nos últimos quatro anos, 12,4 mil são jovens de até 20 anos, cujo montante da dívida chega a R$ 3,2 milhões. Para se ter uma ideia, ao longo de 2010, essa faixa etária respondeu apenas por 3,5% do total dos inadimplentes. De acordo com levantamento da Acso e na avaliação de economistas, o fato de consumidores tão jovens já figurarem com um percentual tão alto neste levantamento é um reflexo da crescente entrada deles no mercado de concessão de crédito, como também do aumento das chamadas contas universitárias.

A média da dívida por jovem, segundo projeções do próprio órgão, baseado pelo valor total e número de endividados, é de R$ 258. Os dados do órgão apontam ainda que a maioria dos devedores jovens tem dívidas em mais de um estabelecimento, já que o total de registros de dívidas dessa faixa etária chega a 23.561. Ou seja, uma média de 1,9 conta por consumidor inadimplente. Segundo a Associação Comercial, mesmo não sendo a maioria dos inadimplentes, o fato de consumidores tão jovens já figurarem com um percentual tão alto neste levantamento é um reflexo da crescente entrada deles no mercado de concessão de crédito.

Tanto que um estudo feito pela Serasa Experian demonstra que quem mais impulsionou o mercado brasileiro de crédito nos últimos quatro anos foi o jovem da periferia, que buscaram financiamentos para contra de carro ou moto e foi um usuário frequente de cartão de crédito. 'Esse levantamento aponta que os jovens estão cada vez mais encontrando espaço e se tornando um público potencial no mercado financeiro. Porém, a falta de preparo para o controle dos gastos, principalmente pela pouca maturidade em planejar o orçamento, podem torná-los, logo cedo, consumidores inadimplentes. Ao entrar para a lista do SCPC, eles acabam, ainda com pouca idade, ficando sem acesso ao crédito', explica o economista da Acso, Rafael Nochelli.

Desde ontem, a Associação Comercial de Sorocaba passou a oferecer a possibilidade de regularização das dívidas contraídas pelos mais de 113 mil consumidores, incluindo os jovens, que possuem um total de R$ 46,8 milhões em dívidas junto ao comércio sorocabano. O novo serviço está encarregado de intermediar o pagamento dessas dívidas contraídas junto aos estabelecimentos conveniados, indo atrás dos devedores para propor o reparcelamento e até mesmo oferecer descontos vantajosos, com juros abaixo dos praticados pelo mercado. 'Estamos otimistas em relação à recuperação do crédito desses devedores. Há de se destacar que o recebimento dessa faixa etária de devedor é mais complicado pois a maioria além de ganhar salários considerados baixos e acaba não tendo a capacidade de planejamento para sair do descontrole financeiro. Mas estamos bem otimistas, pois os números apontam queda, desde fevereiro de 2011, na inadimplência em Sorocaba, mesmo que tímida', ressaltou.

Novidade e dicas

Para o economista Geraldo Almeida, o jovem está entrando cada vez mais cedo no mercado de trabalho e, diante disso, o crédito ao jovem passa a ser uma novidade e isso faz com que ele, além de sentir-se 'poderoso' com uma conta no banco e ainda de posse de um cartão de crédito, acabe sendo vítima das redes de varejo. Nos últimos anos, segundo ele, tanto os bancos e financeiras como as grandes redes de varejo investiram na liberação de crédito fácil aos jovens nessa faixa etária, considerada potencialmente consumista.

'Não há nada de errado em o jovem entrar no mercado de trabalho e movimentar a economia. O problema é que ele (jovem), diante do crédito fácil, acaba se deslumbrando com essa a facilidade de acesso", disse o especialista em finanças pessoais, que completou: "O nível de salário nessa faixa etária é baixo, enquanto que o valor da oferta de crédito é alta. Ele quer adquirir algo além do seu poder aquisitivo e acaba por buscar esse crédito fácil. O resultado: dívida que não pode pagar e a consequente inadimplência.'

O jovem Marcos A. Santos, 20 anos, é um exemplo. Com salário de R$ 730 que ganha como vendedor, disse que desde outubro vem usando o cheque especial. "Eu só consegui reduzir um pouco com o 13º salário. Pois, tinha outras contas para pagar, além dos presentes de Natal, que não poderia deixar de comprar. Agora quero ver se consigo economizar para quitar minha dívida com o banco", contou.

Para os economistas Geraldo Almeida e Manuel Payés - este último professor da Universidade de Sorocaba (Uniso) -, as principais orientações aos jovens para evitar que as dívidas se tornem uma 'bola de neve' e ainda a inclusão do nome na 'lista negra' do SCPC são: elaborar um orçamento mensal, com anotações de todas as receitas e despesas do mês; procurar comprar sempre à vista; nunca gastar mais do que o valor que recebe e evitar contrair dívidas com parcelamentos a longo prazo e em vários locais diferentes.


Fonte: http://portal.cruzeirodosul.inf.br/acessarmateria.jsf?id=355003


Comente

Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 26/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 27/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 28/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 29/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 30/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 01/12/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 02/12/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock