Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 29 de Novembro de 2020

NOTÍCIAS



Exposição: Contando Ovelhas Elétricas, abre nesta quinta no Sesc Sorocaba

Notícia publicada em 04/10/2016



Exposição: Contando Ovelhas Elétricas, abre nesta quinta no Sesc Sorocaba

Obras exploram a região ambivalente entre o sintético do natural e o natural do sintético

O Sesc Sorocaba abre para o público, a partir da próxima quinta-feira, dia 06 de outubro, às 19h, no Espaço de Exposições, “Contando Ovelhas Elétricas”, exposição que conta com dez obras dos artistas Gisela Motta e Leandro Lima. Com curadoria de Paulo Miyada, coordenador no Núcleo de Pesquisa e Curadoria do Instituto Tomie Ohtake, a mostra traz obras produzidas pela dupla de artistas desde 2007, e propõe, utilizando-se de elementos artificiais e sintetizados, reflexões naquilo que chamamos de natural, assim como intrigantes analogias de vida nos materiais e sistemas fabricados pelo homem. A exposição segue aberta, para visitação gratuita, até o dia 15 de janeiro de 2017, de terça a sexta-feira, das 9h30 às 21h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h30 às 18h30.

Inspirada no livro “Androides sonham com ovelhas elétricas?”, romance do norte-americano Philip K. Dick, que inspirou o roteiro do filme “Blade Runner” (1982), a exposição mostra obras que empregam técnicas e mídias diferentes, mas que funcionam em conjunto. Circuitos eletrônicos, ondas sonoras, lâmpadas fluorescentes, câmeras sensíveis ao calor e outros artefatos fabricados estão entre os componentes de surpreendentes demonstrações de vida, que nos falam sobre os corpos, as cidades, as paisagens e a natureza.

As obras exploram a região ambivalente entre o sintético do natural e o natural do sintético. Destaque para Relâmpago (2015), peça composta por lâmpadas do tipo activiva, que, segundo o fabricante, promove o bem estar e a produtividade do ser humano, além de estimular a fotossíntese. Nela, os artistas propõe, por meio da composição das lâmpadas tubulares, reproduzir o violáceo da radiação luminosa dos relâmpagos, trazendo a potência e a fragilidade presentes em uma descarga elétrica.

Calar (2011) apresenta dois canais de vídeo sincronizados e em cada vídeo há o rosto de uma pessoa captada com uma câmera térmica. As mudanças na temperatura da pele acontecem mediante ao toque do outro, que se faz perceptível ao desenhar com frio ou calor no corpo do parceiro. Já a instalação sonora Cigarras (2009) traz buzzers, pequenos alto-falantes utilizados em alarmes, que são pré-programados de forma a simularem o som de centenas de cigarras. A cada 30 minutos a conversa evolui até todos os buzzers dispararem em um momento de alarde, anunciando algo que está por vir.


Fonte: Saíra Comunicação e Cultura


Comente

Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 29/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 30/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 01/12/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 02/12/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 03/12/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 04/12/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 05/12/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock