Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 23 de Novembro de 2020

NOTÍCIAS



Biblioteca comunitária do Laranjeiras expandirá para outros bairros

Notícia publicada em 08/01/2014



Biblioteca comunitária do Laranjeiras expandirá para outros bairros

Depois de 10 anos de atividades e resistência, os idealizadores da Biblioteca Comunitária do bairro Laranjeiras (antiga Biblioteca do bairro Santo André 2) enfim, conseguiram realizar um grande sonho: em breve, os bairros do Vitória Régia e Habiteto também terão suas bibliotecas comunitárias, células desta primeira iniciativa, encabeçada por Josué de Lima e mais voluntários, em 2002. "Era o nosso sonho levar esse projeto para outros bairros. Nossa dificuldade era espaço e pessoas para o projeto", comemora Josué.

A ideia é criar uma rede integrada de bibliotecas comunitárias funcionando nos bairros periféricos da cidade mas não apenas para fomentar o hábito da leitura. O que querem é que esses locais sejam centros de atividades tanto culturais quanto sociais, sediando cursos, por exemplo. "Hoje aqui é um ponto de encontro, com atividades sociais, criando rede com outras localidades como o Habiteto e o Vitória Régia", explica o radialista e ambientalista Jair Vieira, lembrando que, desde o início da empreitada, eles contaram apenas com voluntariado de amigos e comunidade.

"A Prefeitura poderia fazer parcerias conosco para a realização de cursos. Quando acontece essa iniciativa é por parte de empresas privadas", fala Josué, que aguarda que órgãos oficiais como a Secretaria da Cultura (Secult), dêem maior atenção ao trabalho que vêm realizando há anos.

Para exemplificar o que chama de descaso, Josué lembra que, por muitos anos, não recebiam os materiais produzidos com o recurso público da Lei de Incentivo à Cultura (Linc). Quando passaram a receber, conta, notou que a população tem muito interesse pela história da cidade. "Eles querem saber de coisas daqui. O que mais sai é o vídeo sobre a história dos feirantes."

Josué faz um balanço rápido desses mais de dez anos da biblioteca, idealizada por ele, Thiago Henrique, e mais outros amigos, no início dos anos 2000. E destaca que a maior conquista não é literária, mas social. "Muita gente que passou pela biblioteca estava no cotidiano do crime ou muito perto do crime, mas pegou o hábito pela leitura", diz.

Para se ter uma ideia, depois que tiveram que sair da sede no bairro Santo André 1, por conta da reintegração de posse no local, acabaram encontrando um imóvel no Laranjeiras. Depois que ficou inviável pagar o aluguel do imóvel, acabaram encontrando em espaço localizado em uma das maiores avenidas do bairro. "Pagamos tudo com ajuda de comerciantes do Laranjeiras", explica Josué.

A conta, que é dividida entre os comerciantes, é de cerca de R$ 500 e, em nenhum momento, algum tipo de valor é pago para algumas das pessoas que ajudaram a abrir e manter o local. "É tudo voluntariado", frisa Josué.

Tanto que tem alguns dias que a biblioteca no Laranjeiras nem abre, pois todos os voluntários trabalham e, às vezes, é impossível conciliar as duas funções.

Mesmo com tantos percalços, além da mudança de local de funcionamento, a biblioteca, que servirá de referências para as duas que já começam a se estruturar, apresenta bons números: com cerca de 1.500 livros (sem contar os vinis, DVDs e CDs), recebem cerca de 40 pessoas por semana.

Público infantil

A mudança de bairro da biblioteca também teve reflexo no público, agora com mais representantes de menos idade. Outra novidade importante é uma parceria realizada com alunos do curso de design da Universidade de Sorocaba (Uniso). Além de uma arrecadação de gibis e livros infantis para a biblioteca, os alunos ainda "abriram os olhos" dos idealizadores e repensaram o espaço. "Foi uma parceria bem interessante. A biblioteca está sendo reformada. Doaram as tintas para que o pessoal do grafite realize seu trabalho nas paredes da biblioteca, mesinhas feitas de bobinas. Mostraram para nós o outro lado, o lado da sustentabilidade", pontua Josué.

Para ele, o fato de terem móveis feitos de material reaproveitado aguça os visitantes a também criar a partir de materiais já descartados.

Enquanto a reportagem esteve no local, pôde conferir o movimento das crianças, principalmente atrás dos gibis. "Eu já lia, mas agora leio mais. Sempre empresto livros", contou a estudante Kauany, enquanto escolhia entre as muitas opções de histórias em quadrinhos.

Para saber mais sobre a biblioteca: www.linha42.com.br. 


Fonte: http://www.cruzeirodosul.inf.br/materia/524610/biblioteca-comunitaria-do-laranjeiras-expandira-para-outros-bairros


Comente

Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 23/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 24/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 25/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 26/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 27/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 28/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 29/11/2020

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock