Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 20 de Julho de 2019

ARTIGOS


Os desafios da sustentabilidade

Por: Vidal Dias da Mota Junior



O conceito de desenvolvimento sustentável nasceu em abril de 1987, fruto do relatório Nosso Futuro Comum (Our Common Future). O documento elaborado pela Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento - UNCED sob a coordenação da então primeira-ministra da Noruega Grö Harlem Brundtland tinha como objetivo reexaminar os principais problemas do meio ambiente e do desenvolvimento, em âmbito mundial e formular proposta para solucioná-los.

O relatório discute a possibilidade e a necessidade de conciliar crescimento econômico e conservação ambiental e divulga o conceito de desenvolvimento sustentável. Nesse contexto, o desenvolvimento sustentável é definido como aquele que atende às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras atenderem as suas.

O relatório Brundtland pauta-se na sustentabilidade do desenvolvimento e da necessidade de tratá-lo numa perspectiva multidimensional, que articula os aspectos econômicos, sociais, culturais, políticos, éticos e ecológicos. Apresenta uma filosofia do desenvolvimento que procura combinar eficiência econômica com prudência ecológica e justiça social.

Além disso, o relatório enfatiza que os problemas do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável se encontram diretamente relacionados com os problemas da pobreza, da satisfação das necessidades básicas, de alimentação, de saúde e habitação e de uma matriz energética que privilegie as fontes renováveis no processo de inovação tecnológica.

No entanto, o desenvolvimento sustentável é hoje envolto por uma série de críticas e dilemas. Ao mesmo tempo em que ele representa avanços, demonstra também, limites e contradições.

Tem sido hoje um conceito com forte penetração social, mas é marcado por múltiplas e diversificadas interpretações. As análises que demonstram suas qualidades positivas destacam seu caráter inovador, como nova filosofia de desenvolvimento econômico. O novo conceito também incorpora uma perspectiva multidimensional. Percebe-se também a preocupação com uma visão de longo prazo, sintonizada com os ciclos biofísicos e com as gerações futuras e o tratamento político do problema ecológico, que supera a visão meramente técnica, antes predominante. Ressalta também a responsabilidade dos países do `Norte´ na construção do desenvolvimento sustentável. No plano científico pode-se destacar a preferência por abordagens interdisciplinares.

Para os críticos do conceito, a ênfase recai sobre as suas ambigüidades e contradições. Os ataques a essa proposta se inserem em torno de algumas perguntas como : é realmente possível conciliar crescimento econômico e preservação ambiental? Como atingir eficiência econômica, prudência ecológica e justiça social em uma realidade mundo extremamente desigual, injusta e degradada? Estão os países desenvolvidos e as elites das nações subdesenvolvidas dispostas à mudanças e sacrifícios?

Não dá para responder todas essas questões. No entanto, é possível dizer que a idéia de desenvolvimento sustentável precisa ser melhorada e aprimorada para a resolução dos problemas sócio-ambientais e, para isso, é imprescindível que a Educação Ambiental formal e não formal esteja presente no cotidiano do cidadão como forma de promover o conhecimento, a conscientização e participação efetiva do sujeito nas decisões sobre o modelo de desenvolvimento que não seja sinônimo de degradação ou apenas uma nova roupagem para uma proposta já superada.

O texto publicado neste artigo é de responsabilidade do autor, e pode nao expressar a opiniao total ou parcial do Portal Sorocaba On-Line S/C Ltda sobre o assunto. Boa leitura!

Vidal Dias da Mota Junior

Natural de Apiaí-SP, Vale do Ribeira. É formado em Ciências Sociais pela UNESP de Araraquara. Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR e Especialista em Gestão Pública e Gerência de Cidades - UNESP de Araraquara. Doutorando em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, na área de Estudos Políticos. Professor da Universidade de Sorocaba e da Academia de Ensino Superior nas disciplinas de Metodologia Científica, Sociologia, Políticas Públicas e Educação Ambiental.

Leia mais artigos deste Colunista


Comente




Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 20/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 21/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 22/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 23/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 24/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 25/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 26/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock