Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 15 de Novembro de 2019

ARTIGOS


Oração para os filhos

Por: Sidarta da Silva Martins



Nesta época do ano, em que somos chamados a voltar nossos olhos para nossos pais, convido a todos os leitores a voltarem seus olhos para o alto, em uma oração por nossos filhos.

Senhor Deus
Que vive e vibra
No universo de cada um de nós
Que, pela sua grande generosidade
Pela sua grande bondade
Criaste-nos à sua imagem
De acordo com sua divindade trina
Como filhos seus, nós, os pais
Vimos, humildemente, lhe pedir ajuda
Para que possamos educar e conduzir nossos filhos
Como vós nos conduzis.


Querido pai
Reconhecemos o quanto nos tem ensinado
Mas sabes, mais do que ninguém
Que somos imperfeitos, estamos no início
Somos ainda o alicerce
Da magnífica obra que projetaste.


Aos poucos, passo a passo
Sabemos que chegaremos lá
Mas ainda estamos no começo
Ainda vivemos para as mazelas
Que habitam esta penumbra
Este elo entre a escuridão e a sua luz.


Pedimos, pai, de todo coração
Do mais profundo de nosso ser
Que nos ensine a guiar nossos filhos
Que nos ensine a zelar por eles
Com a paciência que tens para conosco
Que nos ensine a passar a eles
A tolerância, a bondade
A honestidade, a gratidão, a solidariedade
Valores tão importantes para a harmonia universal
Não a perfeição, pois somos imperfeitos...


Se, ainda no ventre da mãe
Orienta-nos para que possamos protegê-los melhor
E ajudá-los a nascer para a vida
Para a continuidade de sua obra.
Se forem ainda bebês
Engatinhando e levando os primeiros tombos
Se estiverem, ainda, aprendendo a lidar com o equilíbrio
Ajuda-nos a dar a eles o apoio necessário
Como você nos dá, quando, totalmente desequilibrados
Ficamos à beira dos abismos que criamos.


Por favor, bondade infinita
Ensina diretamente a eles
A aceitarem a mão estendida
Já que ofuscados pela arrogância
E iludidos por um falso conhecimento
Temos dificuldades para aceitar a vossa.
E a nós, que precisamos tanto de sua ajuda
Ensina a conduzi-los corretamente.


Na Infância, quando tudo é descoberta
Mostra-nos como ajudá-los a descobrir a realidade
E a viverem de acordo com ela.
Que possamos, nesta fase tão delicada
Plantar, nos corações em formação, a semente do bem
Fonte geradora de todas as outras virtudes.
Se formos agraciados pela sua bondade
E tivermos alguma posse
Inspira-nos, para que passemos a eles
O espírito da generosidade e da moderação
Ensinando-lhes, no dia-a-dia
A repartir o pão, uma dádiva sua.


Se, por algum motivo
Não conseguimos enxergar a riqueza
Que colocaste a um palmo de nosso nariz
Fazendo, assim, com que vivam em dificuldade
Ajuda-os a suportar e a contornar essa fase com resignação
E a tornarem-se vencedores.


Já jovens, se agitados pelos cantos, e pelos encantos
Das muitas e muitas sereias
Espalhadas pelos oceanos que nos cercam
Se, como nós, forem atraídos
Aos tantos, quantos e ilusórios
Prazeres passageiros da existência humana
E agora tão perigosos
Nos dê forças para que
Com a mão firme, porém meiga e amiga
Possamos estar sempre presentes.


Quando, enfim, se tornarem mulheres e homens feitos
Porém inacabados
Alçarem vôo em busca de outras paragens
Quando, tocados pelo condão da preservação de sua obra
Constituírem também suas famílias
Faz com que se encontrem
E, ao se encontrarem
Encontrem-no, pai, a cada dia
Nos olhos carinhosos
Das companheiras e dos companheiros de jornada
Na meiguice e na beleza de seus próprios filhos.
Pai
Por negarmos sua proteção
Muitas e muitas vezes
Ficamos abandonados à própria sorte.


Por caridade, dá-nos forças nesses momentos
Para que não os abandonemos.
Ensina, a cada um de nós
A reconhecer, em cada um deles, sua obra sagrada.
E a compreender como ela é perfeita, profunda e infinita
E como é superficial nossa existência.


Assim, pai, oxalá, um dia
Convencidos, de fato, de nossa pequenez
Passemos a educá-los segundo seus preceitos
Não segundo os nossos
Dentro de sua bondade
De acordo com sua fraternidade


Não importa quão grande a cruz
Que tenhamos colocado em nossos próprios ombros
Não nos deixe sucumbir, não nos deixe desistir
Lembra-nos, a todo instante
Que estás sempre conosco.


Lá na frente,
Quando descobrirem que a vida
Nada mais é que uma quimera
E tiverem que olhar para trás
Como fazemos nós, agora
Inspira-os
Para que olhem também para cima
E, apoiados em sua eterna bondade
Façam, também,
Uma oração por seus pais
Que foram filhos um dia.


Amém

O texto publicado neste artigo é de responsabilidade do autor, e pode nao expressar a opiniao total ou parcial do Portal Sorocaba On-Line S/C Ltda sobre o assunto. Boa leitura!

Sidarta da Silva Martins

Sidarta da Silva Martins, linguista, escritor, poeta, compositor e pesquisadorem comunicação, recentemente assumiu, em Itu/SP, a cadeira número 20 da ACADIL. Já ocupava a cadeira 71 da Academia Nacional do Portal do Poeta Brasileiro e a cadeira 92 da ALB/SP. É formado em Comunicação Social pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), Mestre em Administração de Empresas pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Desde 2003 é Professor Titular do Curso de Gestão da Universidade Paulista (UNIP), em Jundiaí. Além de pesquisas na área de Administração, atua  nas áreas de Lingüística, de Recursos Humanos - RH e do  Desenvolvimento Humano. Trabalhou e estudou nos Estados Unidos e na Europa. Há mais de vinte anos apresenta os resultados de seus trabalhos em palestras e seminários sobre Aprendizado de Línguas Estrangeiras, Treinamento e Desenvolvimento de RH e Liderança, em congressos realizados no Brasil e no exterior. É palestrante do Congresso Saber, o mais importante do país na área de Educação. Criou, em Londres-UK, a Metodologia dos Sons, para facilitação do aprendizado de línguas estrangeiras, com resultados expressivos.

No último mes de Junho recebeu o Título de Cidadania Ituana, em homenagem aos relevantes serviços prestados à Cidade que escolheu para morar, Itu.

Em suas palestras afirma que  "Ao Educador cabe a formação do cidadão global e do homem bondoso universal"

Leia mais artigos deste Colunista


Comente




Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 15/11/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 16/11/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 17/11/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 18/11/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 19/11/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 20/11/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 21/11/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock