Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 20 de Julho de 2019

ARTIGOS


Cuidado com as Crianças!!

Por: Laís Helena Galvão de Souza



Todo cuidado é pouco quando os assuntos estão relacionados aos cuidados com as crianças, em pouco segundos elas conseguem escapar dos nossos olhares vigilantes e aprontam algumas de suas estripulias que podem causar riscos as suas vidas.

Basta termos um descuido e lá estão elas subindo em cadeiras para olhar a janela, mexendo em produtos de limpeza ou em remédios, aproximando-se de fogões acesos, etc. Felizmente muitas vezes não passa de um susto, mas há ocasiões em que elas necessitam de cuidados médicos imediatos.

A fase em que as crianças ficam mais sujeita aos acidentes domésticos é quando elas começam a se locomover sozinhas. Por exemplo, quando começam a engatinhar estão prontas para enfiarem o dedo na tomada elétrica, puxar a toalha da mesa, ou alcançar objetos que possam ferí-las.

Os riscos que os choques elétricos podem causar nas crianças que colocam os dedinhos na tomada elétrica, muitas vezes não são fortes ou intensos, mas em crianças com 10 kg ou 11 kg, podem provocar uma arritmia cardíaca grave, pois a corrente elétrica q passou pelo dedinho, passa não só pelo braço, mas também pelo coração. Como o nosso coração funciona à custa de estímulos elétricos à descarga extra de eletricidade pode provocar uma desorganização nos batimentos do coração (arritmia), às vezes podendo ser fatal e a criança morrer eletrocutada. Muitas vezes os pais não cobrem a tomada, achando que com o choque que a criança venha a tomar possam aprender a não colocarem mais os dedinhos na tomada elétrica, sendo essa uma atitude errada, pois as crianças estão descobrindo o mundo.

Sendo assim, é mais fácil bloquear as tomadas, lembrando que fitas adesivas, ou fita crepe não são válidas, já que as crianças aprendem a tirá-las.

Telas ou grades nas janelas e afastar móveis de perto delas também são importantes. Na cozinha produtos cáusticos e desinfetantes devem ser mantidos o mais alto possível com portas trancadas.

O fogão é outro lugar de fácil acidente, por isso é importante que os cabos das panelas devam estar voltados para dentro, pois o cabo voltado para fora chama a atenção da criança, o que pode provocar a queda da panela ao ser puxada e causar queimaduras graves. As queimaduras mais freqüentes são causadas por líquidos quentes, e as mais graves são causadas por explosões ou queimaduras por fogo, sendo que a gravidade do ferimento está diretamente associada à sua extensão e profundidade. Quando a criança se queima, a primeira providência a ser tomada é colocar a parte queimada em água corrente fria para neutralizar a sensação térmica, ajudando assim a acalmar a criança. Recomenda-se cobrir o ferimento com um pano limpo e levar a criança para um serviço médico imediatamente, pois os pais não têm condições de avaliar se a queimadura é de primeiro, segundo ou terceiro grau. Colocar grade na entrada da cozinha seria uma excelente alternativa para prevenir acidentes dentro da cozinha.

Quanto à ingestão de produtos de limpeza, os pais devem levar imediatamente para o hospital a criança e a embalagem do produto. Provocar o vômito é uma medida ineficaz, já que poderá estar queimando duas vezes o tubo digestivo, caso seja uma substância cáustica.

Batidas na cabeça são freqüentes, pois a cabeça da criança é relativamente maior que as outras partes do corpo. Quando a criança bate a cabeça é preciso estar observando os sinais e sintomas, como vômitos após a batida (24 horas após o acidente, se a criança vomitar é necessário que os pais levem ao hospital), pois poderá ser um sinal de uma elevação da pressão intracraniana. Importante também não deixar a criança dormir logo após a batida, após chorarem sentem muito sono e isso poderá ser um sinal da ocorrência de uma lesão grave intracraniana. O ideal é manter a criança acordada, ou despertá-la a cada 15 ou 20 minutos, analisando como reagem quando conversam com ela.

Quando há um corte é importante que seja lavado na água corrente e pressionado com um pano limpo para estancar a hemorragia e logo em seguida a criança deverá ser levada ao pronto socorro.

Nas quedas é necessário que se saiba qual a gravidade do ferimento, sendo assim é importante que ao levar ao pronto socorro se faça a distinção entre um entorse (lesão nas partes moles da articulação e, em geral provoca edema e vermelhidão), fratura (quebra do osso) ou luxação (perda da posição anatômica normal de uma articulação).

A prevenção é o melhor caminho a ser seguido para que se evitem acidentes, pois a grande maioria acontece em casa e os pais devem tomar algumas atitudes com o intuito de preveni-los. Se a casa tiver piscina, ela deverá ser cercada com grades, pois acidentes por afogamento são muito comuns. As capas são contra indicadas, pois não impedem que as crianças caiam e o que é pior que mesmo conscientes não consigam sair.

As janelas devem receber telas que as vedem em toda a extensão, e as tomadas rigorosamente tapadas, cabos das panelas virados para dentro do fogão, e os produtos de limpeza e remédios guardados nos armários altos e trancados com chave.

Acidentes fora de casa também devem ser alertados, como os acidentes de trânsito que são causas freqüentes de mortalidade infantil a partir dos 6 anos de idade e os de trauma a partir dos seis meses de idade. Por isso é de obrigação dos pais respeitarem as leis de trânsito, garantindo a segurança das crianças dentro do automóvel, devendo sentar apenas nos assentos de trás dos carros bebês de até um ano nas cadeirinhas apropriadas e presas pelo cinto de segurança acima de um ano de idade posicioná-las em uma cadeira maior, adequada ao seu tamanho. A partir dos oito anos poderão sentar diretamente no banco de trás e presas com o cinto de segurança.

Vale lembrar que o serviço de resgate atende pelo número 193.

O texto publicado neste artigo é de responsabilidade do autor, e pode nao expressar a opiniao total ou parcial do Portal Sorocaba On-Line S/C Ltda sobre o assunto. Boa leitura!

Laís Helena Galvão de Souza

É fisioterapeuta formada pela Universidade Paulista (UNIP) de Sorocaba há 17 anos, especializada em deficiência física pela AACD, Saúde do Idoso pela Unifesp e Dirigente da Dança Sênior. 

Trabalha com atendimenos domiciliares e clinicas geriatricas.

 

 

E-mail para contato: laishelenas@yahoo.com.br

Telefone para contato: 15-991048732 (WhatsApp)

Leia mais artigos deste Colunista


Comente




Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 20/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 21/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 22/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 23/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 24/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 25/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 26/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock