Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 16 de Julho de 2019

ARTIGOS


Solo x Software

Por: Denilse de Almeida Oliveira Veloso



O que um tem a ver com o outro? Para entender a relação entre esses dois itens é necessária a consideração de alguns conceitos.

Muito tem sido discutido sobre o avanço tecnológico nos três setores da economia (agricultura, indústrias e prestação de serviços).

Neste artigo gostaria de me ater a questão da tecnologia na agricultura comercial que visa a produção de renda financeira através da produção de plantas e animais que são demandados no mercado.

Ao agricultor interessa um planejamento agrícola que leve ao máximo lucro de suas atividades. Mas na agricultura, ao contrário do setor industrial, os preços dos produtos, em geral, são preestabelecidos, não sendo influenciados nem controlados por aqueles que os produzem isoladamente.

Sendo assim, resta ao agricultor direcionar seu esforço para as alternativas de soluções que racionalizem o uso de recursos energéticos, humanos, financeiros e de tempo com vistas ao aumento da produtividade e também a proteção dos recursos naturais. As principais variáveis nesse contexto são a automação e a tecnologia.

É importante observar que cada vez que essas soluções são implementadas, categorias de trabalhos são extintas, surgem novas categorias, porém, são insuficientes para atender a demanda. Para se ter uma idéia nos EUA em 1880, 40% da força de trabalho estava na agricultura, em 1980 2%, e estima-se que em 2015 será de 2%.

Além do desemprego, inevitável nesse caso, para onde essa força de trabalho foi/está sendo deslocada? Para a área de serviços e principalmente para a área de Informação (os trabalhadores do conhecimento e os trabalhadores de dados). Os `trabalhadores da informação´ podem auxiliar no sentido de melhorar o serviço, impulsionar a colaboração, simplificar processos entre outros.

Mas essa transformação das qualificações não é tão simples e esbarra em vários obstáculos desde as inadequações das instituições responsáveis pela educação e ensino até as resistências erguidas pelos próprios trabalhadores em vias de desqualificação.

Recentemente, a abordagem utilizada na agricultura começou a se modificar, via esses `trabalhadores da informação´ e também graças ao rápido desenvolvimento da tecnologia e a redução do custo dos computadores. Assim, a informação passa a ser extremamente valiosa e deve ser considerada também como um insumo no processo produtivo e a tecnologia da informação, passa a ser uma ferramenta de auxilio a agricultura reduzindo os custos dessa informação.

Hoje, já ocorre o desenvolvimento de software agrícola, que tem como função ajudar os agricultores: monitorar o meio ambiente, identificar áreas problemáticas, delinear estratégias de intervenção e implementar planos de ação.

Poderíamos citar diversos exemplos de utilização de software na agricultura desde os programas destinados a resolução de problemas como: Automação de processos, Controle de estoques em cooperativas, Administração da Fazenda, Gerenciamento da produção de leite, Gerenciamento da criação de grandes e pequenos animais, Dimensionamento de rebanhos, Planejamento e manejo de recursos hídricos, Gerenciamento da colheita, Controle de irrigação, até os sistemas mais sofisticados como Sistemas de Apoio à Decisão e Especialistas.

Os Sistemas de Apoio à Decisão que são sistemas baseados em modelos matemáticos de simulação e utilizados em conjunto com GIS (Sistema de Informações Geográficas) constituem-se numa ferramenta poderosa para tomada de decisão no planejamento regional e também na agricultura de precisão. Esses sistemas utilizam técnicas de mineração de dados e oferecem uma poderosa alternativa para o descobrimento de novas oportunidades de negócios e acima de tudo, traçados de novas estratégias para o futuro.

Diferente dos demais sistemas, um Sistema Especialista realmente soluciona alguns aspectos do problema para o tomador de decisão, são baseados em conhecimento, isto é, quando se deseja realizar aplicações mais práticas, trabalhando com tarefas que são aplicadas em alguma profissão, resultado da síntese do conhecimento de especialistas no assunto e estão sendo desenvolvidos para auxiliarem os produtores em decisões por exemplo: Irrigação, fertilização, controle de ervas daninhas e de insetos, aplicação de herbicidas, previsões meteorológicas.

Sistemas especialistas também estão sendo desenvolvidos e utilizados na pecuária. A engenharia genética é outro ramo que progride rapidamente, manipulando geneticamente animais e vegetais com o objetivo da perfeição na produção.

Os novos avanços da tecnologia da informação e da biotecnologia ameaçam acabar com a agricultura ao ar livre, substituída pela manipulação em laboratórios. E dessa forma a produtividade não estará mais dependente das condições climáticas, pois as condições ideais para a produção de alimentos serão criadas e monitoradas artificialmente.

O uso da biotecnologia é uma nova etapa na tentativa de produzir mais alimentos e tudo indica que o avanço gerado pela mesma vai acentuar ainda mais o desequilíbrio existente entre alguns países industrializados (Canadá, EUA, Austrália) e a maioria dos países pobres.

Em termos nacionais existem várias preocupações, pois embora o Brasil possua grande competitividade no agronegócio mundial e responda por 4% do mercado mundial, o país investe pouco em pesquisa e desenvolvimento: o setor público investe 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) e as empresas privadas investem 0,4%. A Coréia do Norte e os Estados Unidos investem 1,9% e 1,8%, respectivamente.

Bibliografia

http://www.portaldoagronegocio.com.br, acesso 22/Setembro
http://www.agricultura.gov.br/ , acesso 22/Setembro
Rifkin Jeremy, O Fim dos empregos, Editora Makroon Books, 1996

O texto publicado neste artigo é de responsabilidade do autor, e pode nao expressar a opiniao total ou parcial do Portal Sorocaba On-Line S/C Ltda sobre o assunto. Boa leitura!

Denilse de Almeida Oliveira Veloso

é mestre em gerenciamento de sistemas de informação, consultora de sistemas e banco de dados e professora Imapes (Sorocaba) e AEI (Itapetininga).

Leia mais artigos deste Colunista


Comente




Cadastre Sua Empresa Gratuitamente no Guia Comercial
Divulgue Seu Evento


Notícias


Eventos

Dia: 16/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 17/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 18/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 19/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 20/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 21/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Dia: 22/07/2019

Nenhum evento cadastrado neste dia.


Ouça ao vivo!

Ouça Ipanema FM Ouça 89 a Rádio Rock
Ouça Antena 1 Ouça Rádio Fox Rock