Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 12 de Dezembro de 2019

CANAL AUTOMÓVEIS



NOTÍCIAS

Avaliação: Volkswagen Red Up!

Notícia publicada em 09/11/2014



Avaliação: Volkswagen Red Up!

Versão red corresponde à mais completa da família do sub-compacto

O Up da Volkswagen chegou às ruas com enorme responsabilidade. A Volkswagen quer posicioná-lo como o segundo carro mais vendido da marca, no mercado brasileiro. Fato que o modelo é realmente inovador em tecnologia embarcada, motorização e segurança dos passageiros. Mas o carro ainda não cai no gosto do brasileiro. Um dos principais entraves para isso é o seu preço. Outra questão que ainda gera resistência, é o design do carro, foco de grande polêmica.

O Up foi totalmente pensado para ser um carro urbano eficiente, seguro e moderno. No Brasil, o Up já está disponível com duas e quatro portas. Também pode oferecer câmbio manual ou robotizado de cinco marchas. Mas existe apenas uma única opção de motor, sendo o 1.0 litro de três cilindros. Foco dessa avaliação, temos a versão Red Up topo de linha, com câmbio manual.

Estilo

De uma forma ou de outra, o Up não passa em “branco” na paisagem. Foco de muita polêmica, existem aqueles que adoram, e outros que criticam o visual do carro. Com um desenho meio "quadradinho", o Up rompe completamente com o tradicional. Aliás, o desenho externo chegou nesse resultado, principalmente, pela maximização e aproveitamento do espaço interno. Em linhas gerais, o visual é limpo e bem definido, sugerindo um monovolume. Na frente, o estilo totalmente próprio difere completamente do atual DNA da Volkswagen, presente nos outros carros. E na traseira, lanternas ousadas com desenho vertical dão o tom.

Interior

O interior do carro é funcional. Existe boa oferta de porta-objetos, com destaque para o espaço no console central, logo abaixo do rádio. Aliás, todos os controles do sistema de climatização e rádio, foram elevados no painel para ampliar esse espaço. Mas isso teve um preço. Diferente da grande maioria dos carros que contam com saídas de ar centrais, o Up não tem essa opção. As saídas de ar na frente são apenas nas laterais do painel. Existe, porém, uma saída de ar na parte superior do painel. Entretanto, ela não pode ser "direcionada". Sua função é mandar o ar apenas para o banco traseiro.

A versão topo de linha conta com acabamento do painel, seguindo a cor da carroceria. O volante também vem com visual esportivo. Inspirado no volante do novo Fusca, possui apliques em chrome effect e base reta. No Up os bancos dianteiros são do tipo "one shape" em peça única, com o encosto de cabeça integrado. Faltou, porém, os ajustes de altura dos cintos de segurança dianteiros.

Motor três cilindros

No Brasil, o Up está equipado com a nova geração de motores 1,0 litro de apenas 3 cilindros. Usando a tecnologia Flex, esse motor foi visto aqui pela primeira vez, no Fox Bluemotion (uma versão de apelo ecológico do Fox). Sua potência máxima é de 75 cavalos (a 6.250 rpm) com gasolina, e de 82 cavalos com etanol. O torque máximo é de 9,7 kgfm (gasolina) e 10,4 kgfm (etanol), a partir de 3.000 rpm. Importante dizer que já a partir de 2.000 rpm, mais de 85% do torque máximo está disponível. Outro detalhe é que esse motor já vem com o sistema "e-flex" de partida, dispensando o tanquinho adicional de gasolina. Esse foi o primeiro 1,0 litro do Brasil, com essa tecnologia.
Aliás, a Volkswagen não economizou na tecnologia do trem de força. O Up conta ainda com a precisa caixa de câmbio manual "MQ200" de cinco marchas. É a mesma utilizada nos motores 1,6 litro de outros carros do fabricante. Como características principais, relações mais longas com engates precisos e suaves.

Desempenho e econamia

Com esse conjunto, o Up figura entre os carros mais econômicos do Brasil. O modelo obteve a classificação "A" no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do INMETRO, entre os veículos equipados com ar-condicionado e direção assistida. Durante nossa avaliação, o Up conseguiu atingir médias de quase 18 km/l (com gasolina), em estrada com velocidade média de 110 km/h e ar-condicionado ligado.

O Up é um veículo onde a eficiência está no foco do projeto. Ele consegue ser verdadeiramente compacto por fora, e funcional por dentro. Utilizando uma nova plataforma (que a marca batiza de PQ12), o carro mede apenas 3,60 metros de comprimento. Ainda sim, o entre-eixos vem com 2,42 metros visando maximizar o espaço interno. Além disso, as rodas colocadas o máximo possível nas extremidades, permitem ao Up superar obstáculos como lombadas e valetas com tranquilidade. Afinal, praticamente não existe o "bico" do carro para raspar nesses obstáculos. O peso do modelo é de apenas 910 kg. E o principal beneficio obtido com isso é o bom desempenho do conjunto. Ele acelera de 0 à 100 km/h em pouco mais de 12 segundos e tem máxima de 165 km/h.

Porta-malas eficiente

Para melhor adequação ao cliente brasileiro, o Up teve o porta-malas ampliado quando comparado ao europeu. Com 285 litros de capacidade no porta-malas (64 litros a mais que o vendido na Europa) o Up pode contar com o sistema "s.a.v.e." (opcional em algumas versões e série na versão RED). Trata-se de um ajuste variável de espaço, por meio de uma prateleira removível que altera o tamanho do compartimento, criando um fundo falso. Além disso, com o rebatimento do banco traseiro, forma-se um assoalho realmente plano na parte de trás. O usuário pode acomodar objetos de pequeno tamanho, sob essa prateleira, dentro do porta-malas. A Volkswagen fala em 5 passageiros no interior do Up. Porém, para se manter o mínimo de conforto, são 4 adultos e uma criança.

Muita segurança

Ainda que bastante pequeno e leve, a segurança não foi esquecida. O emprego da mais moderna tecnologia na construção do carro permitiu ao Up receber 5 estrelas na proteção de adultos e 4 estrelas na proteção de crianças segundo o Latin NCAP (organização que avalia a segurança dos veículos). E mesmo numa eventualidade de batida, o Up ainda promete dar menos despesa ao seu dono. Afinal ele teve o melhor índice geral no CAR Group 2014 (ranking que avalia o custo e o tempo de reparo dos veículos vendidos no Brasil). O Up obteve índice 11, o melhor entre todos os veículos participantes do estudo - é também o melhor da história do levantamento, que é realizado pelo Cesvi Brasil.

Mais equipamentos

Desde a versão básica, o Up incorpora alguns equipamentos importantes, como: freios ABS; air bag duplo; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; banco do motorista com regulagem de altura milimétrica e cintos traseiros laterais retráteis. Também pode contar com a direção eletromecânica batizada de "easy drive" (opcional em algumas versões). Por ser um sistema totalmente elétrico, ele não retira potência do motor para funcionar. Isso representa uma redução no consumo de combustível de até 3% quando comparado com uma direção hidráulica convencional. Além disso, o volante se mostra realmente leve, em manobras de baixa velocidade.

Outro equipamento bem interessante é o "maps&more". Como um opcional do Up em todas as versões por R$ 1,2 mil, é uma tela adicional montada sobre o painel, bem no centro, que traz como principal função o sistema de GPS com tela sensível. Essa tela não é muito grande, mas tem a vantagem de estar integrada ao sistema de som e parte elétrica do carro. Ainda que os gráficos não sejam muito elaborados, certamente é uma grande ajuda para quem não sabe o caminho. Ela também opera como uma extensão do rádio e do computador de bordo do veículo. Assim, oferece conectividade por bluetooth (viva-voz e reprodução de áudio) além de aceitar cartões de memória Micro SD. Porém, a presença dessa tela, anula a entrada USB do rádio, presente em versões do Up que não trazem o "maps&more".

Essa tela também exibe informações do computador de bordo como consumo médio, velocidade média e outras. Para quem gosta de um detalhe a mais, pode-se exibir nessa tela conta-giros digital, indicador de temperatura externa e temperatura do motor. Tudo a critério do usuário. Vale destacar que o cliente que quer o "maps&more" paga duas vezes. O carro precisa ter a preparação no som com o encaixe que é cobrado a parte (R$ 106), bem como comprar a tela do sistema que é o opcional.

Preço e mercado

Certamente, o Up é um carro que tem muito a oferecer no segmento de carros compactos. Aliás, é uma revolução de conceitos. Porém, cobra caro por isso. A versão mais básica do carro parte de R$ 28 mil na versão duas portas Take Up. Já a versão Red Up avaliada aqui, começa em salgados R$ 41,9 mil. E com todos os opcionais, chega em R$ 44 mil. O Up também conta com três anos de garantia.

O preço alto do carro ainda dificulta a meta da Volkswagen de ter o Up como o segundo carro mais vendido da marca. Por enquanto, o líder de vendas de marca é o Gol, seguido pelo Fox. Que o Up é um carro que entrega tecnologia de ponta, ninguém dúvida. Porém, enquanto a Volkswagen insistir em cobrar “muito caro” por tudo isso, o carro não vai decolar no mercado brasileiro.
 


Fonte: Jorge Augusto e fotos por Marcelo Alexandre


Veja mais fotos:

Comente