Guia Portal Sorocaba.com

Solicite seu orçamento para as empresas e profissionais cadastrados no Portal Sorocaba.com

Cadastre aqui sua empresa ou negócio!


Sorocaba, 12 de Dezembro de 2019

CANAL AUTOMÓVEIS



NOTÍCIAS

Avaliação: Audi R8 V10 Plus

Notícia publicada em 27/07/2015



Avaliação: Audi R8 V10 Plus

O superesportivo da Audi que segue uma filosofia totalmente “purista”

Por Jorge Augusto
Fotos: Marcelo Alexandre
Vídeo: Eduardo Gregoris

Que o Audi R8 é um ícone entre os carros superesportivos, ninguém nega ou dúvida. Fato que a Audi fez um excelente trabalho de mídia para fixar o conceito do R8 no emocional das pessoas. Como uma estrala de cinema, o carro foi visto em uma grande série de filmes, sempre como um objeto de desejo, e projetando o máximo em design e esportividade. Aliás, os mais atentos vão lembrar que a primeira aparição do R8, ainda sob o aspecto de conceito, foi no filme futurista “Eu, Robô”, com Will Smith. De lá pra cá, o carro apareceu em diversos outros filmes, ficando realmente famoso no filme “Homem de Ferro”, como o carro do protagonista Tony Stark.

O conceito superesportivo

Mas o Audi R8 é muito mais que uma estrela de cinema: Ele é o ápice da tecnologia da Audi. Até ele, nenhum outro carro da Audi chegou tão perto de um carro de corrida como o R8 está. É notório e sabido que Audi e Porsche fazem parte de um mesmo grupo industrial.

A Porsche é historicamente reconhecida por construir os esportivos mais “puristas” do mundo. Como característica principal desses modelos, está o motor central e traseiro. Nos bastidores, alguns pilotos “de verdade” e apaixonados por carro, vão fazer o seguinte comentário sobre os carros com motores dianteiros: “eu não sou charreteiro para controlar os cavalos na frente, puxando a charrete que vai atrás”. Ainda que seja uma brincadeira, é um fato inegável que qualquer carro superesportivo tem que ter motor traseiro, e central. Não é por acaso que carros de Fórmula 1 e Fórmula Indy usam esse tipo de construção. Então, no melhor estilo de “por que eles podem (a Porsche) e nós não podemos (a Audi)”, a direção do mega-grupo industrial autorizou o projeto do R8, que nasceu sob o signo das quatro argolas! Fato que a Audi, com toda a sua tecnologia e sofisticação, merecia o direito de ter o seu superesportivo. E fez bonito com o R8.

Estilo

O R8 sempre surpreendeu com um design e estilo inconfundível. A melhor definição para suas linhas ultra-aerodinâmicas são: “uma asa de avião invertida”. E não é pra menos, pois os números obtidos com esse carro, realmente atingem o extremo no mundo das quatro rodas. O R8 é um típico cupê de apenas dois lugares. Ele pesa apenas 1.595 kg, com altura de 1,25 metros. Mas é longo com 4,44 metros e expressivamente largo com 1,9 metros.

Entre os detalhes de estilo extremo está a tampa do motor feita em vidro, cujo objetivo é exibir as curvas do poderoso motor. Além disso, as carenagens que cobrem algumas das partes do motor são feitas em peças de carbono. E se o motor é traseiro, o porta-malas é dianteiro. Um pequeno compartimento na frente (de apenas 100 litros) comporta apenas duas mochilas de tamanho médio. Claro, esse não é um carro para família. Dentro do carro, existe ainda um pequeno espaço para bolsas femininas atrás dos encostos dos bancos, e é apenas isso.

Claro que o interior do esportivo é refinado. Ele traz acabamento em fibra de carbono Sigma, pedais e descansa-pé em alumínio e teto moldado em couro Alcântara. Os bancos dianteiros esportivos são aquecíveis, com ajuste elétrico também para o apoio lombar e revestidos em couro Napa Fina. Como opcional, a Audi oferece bancos no estilo “concha”.

Tudo no R8 é pensado para performance. Nas laterais, logo após as portas, existem tomadas de ar que ajudam a na refrigeração do compartimento do motor. Essas entradas são envoltas num tipo de arco que divide o carro entre a parte dianteira e traseira. Esse arco pode ter diversos tipos de acabamento. Mas na versão avaliada nessa matéria, ele também é em carbono.

Tecnologia

Na figura de carro mais importante e institucional da Audi, o R8 inaugurou outras tecnologias de vanguarda. Ele foi o primeiro carro da marca a trazer os faróis dianteiros Full Led. Usando blocos de LEDs, que se acendem conforme a necessidade, os faróis compõem os fachos de alto e baixo. Além disso, o R8 não possui uma única lâmpada convencional. Absolutamente tudo no carro é iluminado por tecnologia LED. Inclusive o belíssimo motor V10, que se ilumina toda vez que uma das portas são abertas.

Outro destaque do R8 são as setas traseiras com iluminação seqüencial, em LED. Elas se acendem em seqüência, indicando a direção da seta, sempre de dentro para fora. A Audi batiza essa tecnologia de “setas dinâmicas”.

E se não falta estilo ao carro, também não falta performance. Desde sua chagada em 2007, o Audi R8 sempre seguiu os conceitos mais fiéis ao de um carro de corrida. No início, era um motor V8 aspirado (sem turbo), com opção de câmbio manual ou robotizado de simples embreagem. Tudo isso, sempre para garantir o máximo de esportividade possível. Com o tempo, a Audi foi aprimorando a sua obra prima, até chegar no momento atual.

Motor V10 aspirado!

Hoje, o Audi R8 é encontrado no Brasil numa versão “Plus”. Nela, está um poderoso motor aspirado V10 de 5.2 litros (nada de turbo). Sua potência máxima é de 550 cavalos (a 8.000 RPM), com torque máximo de 540 Nm à 6.500 RPM. E num motor V10 com 4 válvulas por cilindro, são “apenas” 40 válvulas, que permitem esse motor girar à mais 8 mil RPM! E o ronco é impressionante. Mas fica ainda melhor quando o motorista aciona a tecla “Sport” na base do câmbio. Além de mudar a programação do motor e do câmbio, deixando o carro ainda mais esportivo, ela muda aletas dentro do sistema de escapamento, o ronco fica também mais forte e encorpado. Até mesmo o som da marcha lenta muda no modo Sport. E para alimentar esse monstruoso motor, um tanque de 90 litros, que precisa ser abastecido exclusivamente com gasolina Premium. O consumo de combustível, segundo medições da Audi é de 4,5 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada (6,7 km/l combinado).

Câmbio S-tronic de sete marchas

Uma das melhorias mais expressivas (e recente) no Audi R8 foi a inclusão do câmbio robotizado de dupla embreagem batizado de S-tronic, em substituição ao antigo R-tronic. Ainda que a Audi já tivesse essa tecnologia em vários outros carros, ela teve que criar um câmbio S-tronic totalmente específico para o R8, em função do: torque elevadíssimo, construção central traseira do motor e principalmente do sistema de tração quattro, que o R8 possui desde sua estreia mundial.

Tração Quattro específica

Diferente de todas as outras topologias de tração quattro que a Audi utiliza em seus outros modelos S ou RS, o R8 também ganhou uma tração quattro própria. Normalmente, a tração do R8 fica apenas nas rodas traseiras. E isso é intencional, para manter a característica de carro de corrida. Então, um tipo de diferencial por acoplamento viscoso, transfere uma parte da tração para as rodas dianteiras, quando existe um escorregamento realmente excessivo das rodas traseiras. Esse diferencial viscoso tem um tipo de “silicone” no seu interior. Quanto mais as rodas traseiras escorregam, mais o silicone se aquece, acoplando o eixo traseiro. Então, depois de uma curta seção de “drift”, o R8 fica com tração integral até o silicone esfriar novamente. Nos outros sistemas quattro da Audi, ou são acopladores multidisco que se conectam imediatamente quando ocorre o escorregamento, e desacoplando em seguida, ou é um sistema permanente integral com diferencial tipo Torsen (encontrado no RS6 e RS7).

Super desempenho

Esses são apenas alguns dos elementos que permitem ao R8 alcançar os extremos na pista. Mas as características extremas vão muito além. O carro vem calçado com pneus ultra esportivos de medidas diferentes sendo: 235/35 R19 na dianteira e 305/30 R19 na traseira. Isso tudo para garantir que o carro acelere até 100 km/h em apenas 3,5 segundos, com um mínimo de perda no contato com solo. Entretanto, o mais divertido do carro é a velocidade máxima que rompe a barreira dos 300 km/h. A velocidade declarada pela Audi é de 317 km/h.

Suspensão especial

Com números tão empolgantes, o R8 precisa ter uma suspensão igualmente eficiente e precisa, E ainda que ela seja totalmente independente nas quatro rodas, com braços sobrepostos, ela é incrivelmente firme. O R8 é um carro que gosta de estradas realmente planas, e sem ondulações. Não é um veículo feito para enfrentar lombadas e valetas, por menores que elas sejam. Até mesmo algumas rampas de garagens, com transições mais acentuadas, podem ser um problema para a parte inferior do R8. Mas no asfalto liso, o R8 traduz a mais perfeita sensação de “trilho” ao motorista, mesmo em velocidades superiores a 250 km/h.

Freios cerâmicos

E com tanta performance, o R8 precisa de freios igualmente potentes. Na versão Plus, o R8 vem com enormes pinças de tecnologia cerâmica. O seu papel é aguentar muito mais tempo, com uma frenagem altamente eficiente, antes de entrar em processo de fading (super-aquecimento).

Equipamentos de conforto e segurança

Ainda que o R8 seja praticamente um carro de corrida, ele precisa trazer o essencial para se andar nas ruas, e oferecer alguma comodidade ao seu proprietário. Então, o Audi R8 V10 Plus vem com airbags frontais e laterais, assistente de partida em aclives e assistente para luz alta. O veículo vem ainda equipado kit para conserto de pneus (pois ele não tem estepe), sensor de estacionamento traseiro e dianteiro com gráfico e câmera de ré. Já os itens de comunicação e áudio são Audi Music Interface, conectividade Bluetooth, Rádio Concert e Sistema de som Bang & Olufsen.

Preço

Fato que o Audi R8 é um modelo altamente exclusivo. Além disso, é um carro que não deixa a desejar em relação aos concorrentes da Porsche, Lamborghini e Ferrari. Aliás, em alguns quesitos, até supera seus concorrentes. E justamente por isso, o Audi R8 V10 Plus tem um preço sugerido de R$ 960 mil.

Ficha Técnica

Potência (cv em min-1): 550 @ 8.000
Torque (Nm @ min-1): 540 @ 6.500
Peso (kg): 1.595
Comprimento (mm): 4.440
Largura (mm): 1.904
Altura (mm): 1.252
Entre-eixos (mm): 2.650
Aceleração 0-100 km/h (s): 3,5
Velocidade Máxima (km/h): 317
Pneus dianteiros: 235/35 R19
Pneus traseiros: 305/30 R19
 


Fonte: Jorge Augusto e fotos por Marcelo Alexandre


Veja mais fotos:

Comente